Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?


  • 10/05/2016
  • 4327 Visualizações

Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Existem vários modelos de guitarra disponíveis no mercado, mas qual é o modelo ideal para cada estilo?

"Qual é a melhor guitarra do mundo?"

 

Essa é uma dúvida frequente entre os iniciantes e a resposta nem sempre é o que queremos ouvir: 

 

“Não existe melhor, existe um modelo para cada estilo". 

 

Podemos fazer uma comparação com o mundo da música, é impossível chegar a um acordo de qual é a maior banda de rock do mundo. Se perguntarmos a uma adolescente, provavelmente responderá que a melhor banda do mundo é uma Boy Band do momento, diferente de um motoqueiro, que indicará alguma banda de classic rock dos anos 70. Na verdade se formos analisar, um artista ou guitarra não precisa ser o melhor, precisa atender nossa necessidade e ter identidade.

 

Os modelos clássicos

 

Alguns modelos se tornaram clássicos porque os estilos musicais exploravam as  características específicas de cada desenho. 

Por exemplo o binômio Country/Telecaster, funcionava bem porque o som agudo da Tele se aproximava ao do Banjo, instrumento tradicional do country. 

A Stratocaster ficou famosa no Surf Music por que suas linhas remetiam a uma prancha de surf. 

A Les Paul apareceu com captadores humbucker, com bobina dupla para eliminar os chiados. O Humbucker tinha um alto volume da saída e causava distorção nos amplificadores valvulados, nascia assim a guitarra com saturação, ideal para o Rock. 

O som aveludado e encorpado tornou as guitarras acústicas ideais para o Jazz.

 

Infinidade de modelos e estilos

 

Tomando como referência o mundo da música, podemos afirmar:

 

"Se você não é o primeiro, crie algo!“

 

Podemos usar o exemplo do Bob Marley. Ele não era o melhor cantor do mundo, mas quando o assunto é reggae, ele sempre será lembrado como primeiro.

Assim como o competitivo mundo da música, as grandes marcas de guitarras perceberam que seria difícil ganhar das guitarras clássicas sem investir em um nicho específico, uma guitarra para jazz não seria tão boa para o Country.  

Dessa forma apareceram os mais variados modelos, alguns visando melhorar as características das guitarras clássicas, alguns procurando a versatilidade de tocar qualquer estilo e outras explorando caminhos ainda não trilhados pelas marcas famosas.

 

Trilhando novos caminhos.

Visando usar tecnologia e melhorar a tocabilidade do instrumento, surgiram os modelos Soloist e Vip, usadas pelo guitarristas fritadores (shreds). São guitarras com cordas baixas, microafinação, braços finos e velozes. Ficaram popularizadas na década de 80 e 90 por guitarristas virtuosos como Steve Vai e John Petrucci. 

 

Melhorando as clássicas

Os modelos Flyng V ficaram popularizadas por guitarristas de Heavy Metal. Seu desenho em formato de V foi uma estratégia radical para atrair novos guitarrista que desejavam uma guitarra com dois humbuckers como a Les Paul, mas com um visual mais agressivo.

A Thinline é uma Telecaster semi-acústica, com um pequeno tampo de ressonância no corpo a fim de “amaciar” o som ardido e agudo da guitarra original.

A Jaguar e a Mustang são variações criadas para dar mais peso a Stratocaster original.

 

Buscando versatilidade

As guitarras LPS (Les Paul Special) são guitarras popularizadas pela marca PRS. São Les Pauls com dois cutaways, ou seja, duas cavidades para o acesso as casas mais agudas. A LPS elevou o padrão de acabamento e trouxe uma inovação, a defasagem dos humbuckers, dando a opção de deixar a guitarra com som de captadores single-coil (simples).

 

Principais modelos e suas características:

Stratocaster: Também conhecida por strato, tem um som brilhante, ótimo som limpo, muito usado em bases rítmicas, drive com som estalado. Não tem um bom desempenho em estilos que exijam muita distorção como o heavy metal. 

Les Paul: Som encorpado e forte, bom para sons com distorção, se sai bem em sons limpos. É uma guitarra pesada.

Telecaster: Apesar do som estalado e nítido, é uma guitarra versátil. Ideal para country.

Soloist: Também são chamadas de Super Stratos, são guitarras rápidas, ideais para fritadores. Carregam as características da original Strato, mas tem o volume de saída mais alto, melhorando o desempenho com distorção.

SG: Mesmas características da Les Paul, com o benefício de pesar menos.

Semi-acústicas: Som encorpado e aveludado, ideal para fusion e jazz.

 


Galeria

Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?
Qual a diferença entre os Modelos de Guitarra?

Comentários